Total de visualizações de página

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

QUADRINHUNS FILOSÓFICUNS

- Uma homenagem ao blog "Pornô Selecionado".

Felipe Marques.

NÓIA!

Meu ventilador não roda mais,
está parado como eu, esperando uma decisão minha.
Porém, estou esperando me decidir, pois preciso desta decisão "precisa" para saber se ele se decide.
E se ele se decidisse sozinho? 
Ficaria "encantado" ou "assustado" com a sua própria decisão?
Agora estou indeciso...e "ele" também.






Felipe Marques.

ESPERANÇA

Tudo que eu faço eu penso na gente,
um abraço, um beijo e outros ingredientes.
Estou tentando plantar a semente, para poder colher o amor lá na frente.
O caminho é cansativo, difícil, você me entende,
mas desistir jamais, vou em frente,
o sol nasce pra todos e o meu ainda está na ascendente.
de braços abertos sigo cantarolando em meu árduo caminho,
atrás do seu amor que é o ar que respiro e assim continuo sorrindo.


Felipe Marques.

QUADRINHUNS FILOSÓFICUNS

- ALZEJONES BLACK, O GURU NOS DIZ:

"Se o Barack Obama diz que 3.100 dólares é coisa pra POBRE, fala pra ele que eu vou pra lá a pé".

Felipe Marques.

QUADRINHUNS FILOSÓFICUNS


- SOLIDÃO -

Felipe Marques.

FERIADÃO!

Basta apenas um telefonema,
Para a noite de feriado não terminar em problema.
Chama os amigos, bater um papo, tomar uma cerveja, fumar um cigarro.
Lá vai o cara, o mestre cuca para a cozinha, é o Baião-de-dois que entra em cena, faz todo mundo perder a linha.
O pessoal comendo, degustando um bom vinho, graças a Deus neste mundo, eu nunca fico sozinho.
Conversa vem, conversa vai, no álbum muitas histórias, isto nos satisfaz.
De surpresa, o baixo se apresenta, a banda ta quase formada, isto é o que todo mundo pensa.
Pose pra foto, o feriado está registrado, mas não só na maquina e sim em nossas lembranças.
Este foi o feriado, vivo sempre em nossas mentes, o que nos dá alegria e até, desperdício de esperança.


Felipe Marques.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

AS VÊIS...

Comos todos sabem, até o nosso grandessíssimo e famoso ALZEJONES BLACK passa por momentos difíceis. A maioria dos famosos (e, é claro, o nosso ilustríssimo ALZEJONES BLACK), que também faz parte dos círculo dos famosos, tentam agradar da melhor maneira possível a tudo e a todos.  Bom...éééééééé...bem...de vez em quando...

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

AONDE VAMOS PARAR!

É galera!  Eu sei que a gente luta pra ter uma graninha, trabalha pra carai pra poder pelo menos tomar umas no fim de semana mas, como diz um amigo meu: "Pra ajudar, num aparece nenhum féladaputa, mas pra sacanear...".  Bom eu não tenho nem palavras para descrever o vídeo que recebi de minha cumadre jô, porém, confesso que fiquei sem palavras.  Este é o Brasil! País de todos! Todos nós..."idiotas"!






video

Estou, envergonhadamente triste e revoltado.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

UMA PEQUENA HOMENAGEM AOS PAIS !

Tudo que se faz nesta vida, não é por acaso, tem um motivo.
Não acredito que viemos à toa para este mundo. Tudo tem significado e, às vezes, querendo ou não, faz de um jeito ou de outro, algum sentido.
Mas... Não aprendemos nada assim... No momento.  Não cai do céu, nem vem dentro de uma garrafa com a força da maré empurrada pelo vento. Vem com a experiência de vida, com a idade, com o tempo.

Só que para adquirir tal conhecimento, você nunca vai estar sozinho.  O homem por si só, não sobrevive.  Ele necessita de se comunicar e, neste aprendizado eu descobri que sempre estive com uma pessoa que me aconselhava, me observava, e eu em certas ocasiões, desorientado, nem se quer ouvindo, porém, estava ao meu lado, forte, atencioso, sempre atento, a cada passo, a cada movimento.

Discutir, ficar nervoso, questionamentos havia, mas não eram freqüentes, mas a verdade e as virtudes da família são até hoje os que nos tornam seres diferentes, dos que o tem como parceiro e, os que não o tem, por este ou por aquele motivo, infelizmente, mas a questão nunca foi diferente.

O significado deste podre emaranhado de palavras é tentar declarar meu amor por uma pessoa que sem ela eu não sou nada e que com ela me fortalece em tudo e na vida ou no mundo ninguém tem o poder que esta pessoa satisfaça e que a nossa língua portuguesa nos honra em descrever em apenas três letras que sozinhas, não dizem nada, mas juntas, formam um poder indescritível que só o universo se aproxima de seu poder, só... e mais nada...



                    
   -  P  A   I  -


Parabéns para todos os pais deste universo, principalmente, para o meu paizão!






Felipe Marques

sexta-feira, 29 de julho de 2011

O CANTO DA CIGARRA

Havia um lugar infestado
Pelas trevas e a escuridão
Onde o canto da cigarra
Parecia um homem de um milhão de vozes
Falando perfeitamente alto
     O que você tinha que aprender
     Já aprendeu, mas não foi tudo
     O que você tinha que entender
     Já entendeu, mas não foi suficiente
     Ainda há mais pelo caminho

Há uma época encantada
Pela luz e pela paixão
Onde o canto da cigarra
Parece um homem de um milhão de olhos
Enxergando perfeitamente bem
     O destino que você há de traçar
     Ainda não traçou, basta ter fé
     As lutas que você há de travar
     Ainda não travou, basta pedir força
     O bom combate sempre te acompanhará

Haverá não sei precisar o lugar
Nem dizer exatamente o tempo
Onde o canto da cigarra
Parecerá um homem de um milhão de corações
Amando perfeitamente claro
     Todos somos o mesmo espírito
     Todos somos a mesma origem
     Será derradeiro o canto da cigarra
     E o seu corpo a terra tragará
     E a sua alma no canto permanecerá

Thiago Emerick

terça-feira, 26 de julho de 2011

QUADRINHUNS FILOSÓFICUNS

BRINCADEIRA DE CRIANÇA!


- Descubra onde estão e ganhe a competição! Eis quem tens que localizar, não dê mole para o azar:
- Lambão (vulgo, Felipe);
- Vilmar (vulgo, Cobrinha);
- Thiaguinho (vulgo, Joselito);
- Gabriel (vulgo, Bibil);
- Fernando (vulgo, Farinha) e, por fim,
- Thiago (vulgo, chapolim Colorado).

Lembrando que, todos estão na foto e o último citado está literalmente caracterizado . Bom jogo e fui, pois, estou com sono!

terça-feira, 12 de julho de 2011

ZOCAS

Eu sinto uma grande transformação
Dessas que entram pra história
Um coração quebrado busca restauração
Lembranças marcadas na memória

Qual modelo seguir em uma nova realidade?
Qual ética pregar pra entender a liberdade?

Nuvens se formam na região sudeste
São nuvens pesadas suspensas no ar
Anunciam chuvas que transformam em agreste
As obras construídas de forma irregular

Não encontro nenhuma expectativa
Novamente o barco ficará à deriva
Enquanto as reformas não acontecem jamais
62% de aumento pros edis federais
Um estado que não tem corrupção
Não há crise que o perturbe
E se tiver o apoio da população
Não há adversário que o derrube

Catástrofes naturais nos consomem
Não há respeito mútuo natureza-homem
Depois da enxurrada o céu ficará azul
Zona de Convergência do Atlântico Sul
Podem continuar os desmatamentos
A Amazônia não tem sentimentos
O estado outorgará a permissão
Em lavas virá a próxima destruição

Devolva logo o que pertence à natureza
Antes que ela venha bruscamente pegar
Quantas cenas mais de tristeza
Teremos que ver pra acreditar

O que fazer para sair dessa ilusão
Sim, sinto uma grande transformação

Thiago Emerick

domingo, 10 de julho de 2011

AI SE SÊSSE

Se um dia nóis se gostasse; 
Se um dia nóis se queresse; 
Se nóis dos se impariásse, 
Se juntinho nóis dois vivesse! 
Se juntinho nóis dois morasse 
Se juntinho nóis dois drumisse; 
Se juntinho nóis dois morresse! 
Se pro céu nóis assubisse? 
Mas porém, se acontecesse 
qui São Pêdro não abrisse 
as portas do céu e fosse, 
te dizê quarqué toulíce? 
E se eu me arriminasse 
e tu cum eu insistisse, 
prá qui eu me arrezorvesse 
e a minha faca puxasse, 
e o buxo do céu furasse?... 
Tarvez qui nós dois ficasse 
tarvez qui nós dois caísse 
e o céu furado arriasse 
e as virge tôdas fugisse!!!




Zé da Luz 

QUADRINHUNS FILOSÓFICUNS

ALZEJONES BLACK, O GURU, DIZ:

"Aquele que dá e toma-te a ti mesmo, o outro fica sem".


Felipe Marques

sábado, 9 de julho de 2011

ENIGMA

Torto assim, mas assim torto
roubo a vida ao mais direito.
Sem ser de veneno feito,
quem me engole fica morto.
Dou sustento, dou confôrto,
com mortífero aparato;
dos mortos faço meu fato
e tenho condição tal
que, sôlto, não faço mal,
mas, quando estou prêso, mato.

Leonardo Mota


Postado por Gabriel Diniz

quinta-feira, 30 de junho de 2011

SINAIS

A noite é escura
O dia é claro
De noite uso roupa preta
De dia uso roupa branca
E eu sei que o que acabo de dizer
Não tem nada a ver
Com a história de uma vida real
De uma pessoa solteira ou um casal
Que nasceu pra morrer
Pois é a única certeza que se deve ter
Eu sigo os meus sonhos
Eles parecem tão reais
E a realidade já nem me importa
Que todas as pessoas são iguais
O meu corpo é meu único abrigo
A minha sombra é meu único amigo
A minha alma é meu único esconderijo
A minha mente é meu único inimigo
Você não vai morrer
Simplesmente, acordará mais uma vez
Quando você nasce
Você acorda do sonho da morte
Quando você morre
Você acorda do sonho da vida
Será que a vida é um sonho?
Ou será a morte?

Thiago Emerick

segunda-feira, 27 de junho de 2011

SEU...

Mais uma vez eu perco a batalha. Abaixo a guarda e espero... o ataque vem, fere meu peito e me desnorteia.
Caído, jogado ao chão, rouba-me o coração e, sendo vigiado pelo olhar da lua cheia, não consigo me levantar.
Toda vez que eu tento me virar sozinho, acabo sempre ao teu lado.
Toda vez que digo ser a verdade, independente do mundo que me rodeia, você me acolhe em seus braços.
Não sei por quê você ainda me socorre.  Não sei de onde você tira tanto esforço, tanta paciência.

Creio que está comigo por pena, pois sozinho não sou ninguém e não me liberta do se coração porque sabes que fracassarei sendo apenas eu mesmo.
E não importa para onde eu possa ir, tentar fugir, pois sempre serei pego por ti e não posso mais ser orgulhoso e não admitir que sou escravo do seu amor e que adoro ficar em teus braços e não quero mais fugir desta realidade, pois cada tentativa de fuga me abala fisicamente, acaba com o meu corpo, destrói a minha mente, e mesmo assim, o meu amor por ti aumenta a cada instante em meu peito vazio.

Perdoe-me se eu não sou o homem que esperava,
Mas prometo por tudo que é por mim sagrado
Que viverei para todo sempre contigo e se isto não der certo, jogue meu coração fora,
Queime, esfarele, faça qualquer coisa porque eu não ligo.
Ele será sempre seu e sem o seu amor eu não vivo e junto na ti eu respiro o ar das mais lindas e perfumadas flores do jardim da felicidade que roubam a tua essência pra existirem e exalarem o mais puro aroma da paixão em meus pulmões.

Se escrevo até agora e ainda não entendes o que estou a escrever, serei objetivo e logo irá saber.

Eu te amo... peço encarecidamente que cuide de mim e tentarei humildemente lhe fazer sorrir e junto a minha pessoa ser feliz até que a  morte nos uma em “um só”, em um outro plano divino.



Felipe Marques.

QUADRINHUNS FILOSÓFICUNS


O COTIDIANO DIARIAMENTE DIÁRIO DE CADA DIA A DIA.

*- Amor, vamos naquele Sex Shop comprar "aquela" lingerie pra abalar as estruturas hoje a noite?
# - Poxa amoreco, acabou a novela agora e vai começar o Big Brother. Deixa pra amanhã porque hoje tem prova do líder.


Felipe Marques.

AS VEZES

As vezes o que eu escrevo eu não entendo,
As vezes estou andando e ainda me perco,
As vezes me sinto mal sem sentir dor,
As vezes choro por não compreender a beleza de uma flor.

As vezes digo o que não queria,
As vezes faço coisas que normalmente não faria,
As vezes rezo para que, sei lá, um dia,
Eu as vezes consiga dar rumo à minha vida.

As vezes eu enxergo e encontro a escuridão,
As vezes sinto um abraço forte da solidão,
As vezes penso que todo o esforço foi em vão,
Mas as vezes eu ainda acredito na paixão.

As vezes digo que vou e fico,
As vezes fico acanhado mas depois eu grito,
As vezes eu ataco e logo após sou atingido,
As vezes realmente tudo fica sem sentido.

Faz sentido um grande amor?
Faz sentido uma grande paixão?
Faz sentido a felicidade?
Faz sentido o bater de um coração?

As vezes...
As vezes...
As vezes...


Felipe Marques

domingo, 26 de junho de 2011

CACTUS

Uma forma de mostrar que há beleza onde menos se espera. 

Gabriel Diniz

AMOR OBJETO

Dormindo ainda sonho -
esperança de te encontrar
acordado vivo querendo
ver você passar.

Faz tempo que não a vejo:
alguns anos vividos,
mesmo assim sinto desejos
de novamente poder te tocar.

Espero que com quem esteja
sinta-se bem cuidada
com carinho e amor
que sempre foi tratada.

Nunca esqueci sua forma:
magra, bonita, delicada,
cheia de charme.
Minha Caloi 10.
Gabriel Diniz

sábado, 25 de junho de 2011

ENCONTRO DAS HORTALIÇAS




Quando o espinafre, rúcula e brócolis resolveram se encontrar.

Thiago Emerick

ALMA

Rasgar o corpo, não significa rasgar a alma,
Nossos sonhos continuam!

Thiago Emerick

DESEJOS

A mentira tem perna curta e não satifaz nossos desejos!

Thiago Emerick

ASSASSINO

Pai, Mãe, matei uma pessoa
Mas não se preocupem
Ninguém jamais achará o corpo
Porque essa pessoa não é de carne e osso
É uma pessoa que sempre esteve perto
Mas vivia em mundo distante
É uma pessoa que sempre foi quente
Mas seus olhos estavam congelados
É uma pessoa que sempre foi boa
Mas estava praticando o mal
Contra si mesma
É uma pessoa do elemento água
Mas estava brincando com fogo
É uma pessoa de paz
Mas estava no meio de uma guerra
É uma pessoa que adora a luz do dia
Mas estava trancafiada pela noite
É uma pessoa totalmente diferente
Mas estava se tornando igual
É uma pessoa simples
Mas estava ficando complicada
É uma pessoa que enxerga
Mas estava perdendo a visão
É uma pessoa de vitórias
Mas quase foi dominada pela derrota
É uma pessoa que enfim
Estava dentro de mim

Thiago Emerick

sexta-feira, 24 de junho de 2011

QUADRINHUNS FILOSÓFICUNS

- Vamos meus nobres guerreiros! Esta terra é de vasta abundância!
Lutem por esta e outras abundâncias!
Lutem!


Felipe Marques.

MOMENTOS

Simplesmente vejo tudo ao meu redor
Se contorcer em raiva, sofrimento, muita dor.
Enlouquecendo a minha cabeça,
Esquecendo toda e qualquer beleza,
Me deixando apenas a ira, o rancor

Ódio

Um sentimento inigualável
Parecido com o vento, suave, mas frio e implacável.
Acompanhado de uma gota, clara e salgada,
Que saiu do meu olho, mas pesou uma tonelada.
Me suicido e termino agora este sofrimento?
Ou continuo vivo juntando os meus cacos e me remendo?
Pois minha alma que já não é boba nem nada,
Se mandou, virou penada e aqui estou,
Tentando descrever o que de mim restou,
Um mero pedaço de carne esperando...
Que busque aquilo que você deixou,
Soprou ao céu, se arrependeu,
E mesmo assim, para trás não olhou.



Felipe Marques.


quinta-feira, 23 de junho de 2011

UMA VEZ NÃO EXISTE

Uma vez eu tive asas que não podiam voar
Uma vez eu tive lágrimas que não podiam chorar

Não existem portas que não podem ser abertas
Não existem respostas que não podem ser descobertas
Não existem emoções que não podem ser destruídas
Mas existem pessoas que não podem ser substituídas

Não existem amores que não podem ser amados
Não existem erros que não podem ser perdoados
Não existem dores que não podem ser sentidas
Mas existem guerras que não podem ser vencidas

Uma vez eu tive olhos que não podiam enxergar
Uma vez eu tive sonhos que não podiam se realizar

Não existem canções incantáveis
Não existem pecados imperdoáveis
Não existem deuses inacreditáveis
Mas existem luzes inofuscáveis

Não existem verdades inocultáveis
Não existem palavras impronunciáveis
Não existem pensamentos impensáveis
Mas existem ilusões inimagináveis

Uma vez eu tive coração que não podia bater
Uma vez eu tive alma que não podia viver
Uma vez pensei que o mundo era só eu e você

Thiago Emerick

terça-feira, 21 de junho de 2011

MADRUGADA VIVA

Será que somos egoístas ao ponto de não dizer a verdade,
Distorcer o amor na sua mais alta intensidade,
Escondendo toda e qualquer generosidade,
Simplesmente para a nossa felicidade, sem qualquer grandiosidade...

Apenas para mostrar o nosso lado ruim, a força da maldade,
Para resposta de algum tipo desrespeito,
Qualquer reação alérgica, ataque cardíaco ou qualquer tipo de preconceito,
Dor de cabeça, cabelo despenteado ou apenas uma dorzinha no peito,

Acho que tenho certeza que duvido,
Nas coisas que vejo, ouço, respiro, acredito,
Em minha cama, assustado, acordo, grito, suspiro, bem fundo respiro,
Tento voltar a dormi,
E meu novo velho sonho abstrato real fragmentado tenta mais uma vez em minha mente evoluir.


Felipe Marques

domingo, 19 de junho de 2011

QUADRINHUNS FILOSÓFICUNS

Felipe Marques

O ASSENTO

Subo no ônibus, transito, viajo,
no entanto me chega o embaraço
de estar sempre de pé.

Minha descida, em meio aos olhares
quase sempre em pensares:
como se fosse um Mané.

É como se andasse o percurso
em um caminho de urso
sem perder nada da fé.


Gabriel Diniz

A LEI DO UNIVERSO*

 
Certa noite em um sonho
De um sono perdido
Eu tive uma visão
De um sábio intergaláctico
Ele me falou
Que tudo que está dentro do universo
Haverá de se acabar um dia
Não me abalei
Pois isto está em qualquer profecia
Mas porém contudo e todavia
Ele me falou que haviam leis
Que deveriam ser contada para vocês

A natureza é pequena
A humanidade é grande
E como está escrito na lei do universo
O grande destrói o pequeno

O pobre é pequeno
O rico é grande
E conforme diz a lei do universo
O grande humilha o pequeno

O povo é pequeno
O governo é grande
E consoante expressa a lei do universo
O grande desgraça o pequeno

O prego é pequeno
O martelo é grande
E segundo prega a lei do universo
O grande martela o pequeno

A maioria é pequena
A minoria é grande
E como legisla a lei do universo
O grande executa o pequeno

A pedra é pequena
A água é grande
E conforme bate a lei do universo
O grande fura o pequeno

O pensamento é pequeno
O poderoso é grande
E como pensa a lei do universo
O grande aniquila o pequeno

O fazer é pequeno
O desejar é grande
E consoante deseja a lei do universo
O grande faz o pequeno

O homem é pequeno
O homem é grande
E como sincroniza a lei do universo
O grande mata o pequeno

Certa noite em um sonho
De um sono perdido
Eu tive uma escuridão

* inspirado em Raul Seixas.

Thiago Emerick